segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Reconstrução do CEMB


A Fazenda ABADÁ é um antigo sonho de Mestre Camisa. A idéia inicial era de construir um lugar para se treinar capoeira, para vivenciar ela de uma maneira plena, para o capoeirista ter uma consciência maior de sua arte. Com o tempo essa idéia foi crescendo aos poucos, e aos poucos, ela começou a tomar forma e o capoeirista a partir dai não vivenciaria só a capoeira, mas coisas que alguns não estão acostumados, como a vida no campo, o contato com a natureza. Quando este sonho tomou forma e força, mais um grande evento nasceu dentro da ABADÁ, o Zumbimba, que a dez anos vem fortalecendo os vínculos entre todos os graduados de diversas partes do Brasil e do mundo.

Mas uma notícia tentou dar uma rasteira no Mestre, na ocasião a Petrobrás estava iniciando a criação de um novo pólo petroquímico, e a fazenda ABADÁ e muitas outras propriedades estavam dentro da área a ser ocupada. Foi uma bomba, mas tudo foi conversado e agora o Mestre tem um novo local na região de Cachoeiras, onde ele começou a reconstruir a Fazenda ABADÁ, também conhecida como Centro Educacional Mestre Bimba, o CEMB.

Como o patrocínio da Petrobrás não saiu, não podemos mais esperar. Resolvemos botar a mão na massa por conta própria, e com isso, toda a ABADÁ-CAPOEIRA também está se mobilizando para reconstruir este, que é hoje em dia, o local onde tudo se baseia dentro da ABADÁ, muito da filosofia que o Mestre passa hoje, ele põe em pratica no CEMB, seja na didática, nas campanhas ou no trato com os capoeiristas, visitantes e simpatizantes da capoeira, tudo pode ser presenciado lá.

Os Mestres e Mestrandos estão organizando eventos e cursos voltados para o CEMB, alguns exemplos são a Noite dos Cantadores no Rio de Janeiro e a peça “Navio Negreiro” em São Paulo, que será realizada por graduados do Rio de Janeiro e de São Paulo. Muitos capoeiristas já deram a sua contribuição por lá em mutirões que acontecem periodicamente.

Durante os Jogos Mundiais deste ano, quem esteve presente também pode dar sua contribuição, pois muita coisa aconteceu no CEMB durante o evento.

Contamos com a ajuda de todos, se informe com os Mestres ou Mestrandos de como você pode ajudar!

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

ZUMBIMBA 2009 - Encerramento


Este será o último fim de semana do Zumbimba 2009, para fechar este grande evento que todo ano une mais e mais a nossa família ABADÁ.
PROGRAMAÇÃO
27, 28 e 29 de Novembro de 2009
Zumbimba para os Mestres e Mestrandos
29 de Novembro de 2009 - 15:00 horas
Batizado e Troca de Cordas dos alunos do CEMB
Encerramento do Zumbimba 2009
Cachoeiras - Rio de Janeiro - Brasil

Fonte: Abadá-Capoeira Blog Oficial

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

A Navalha na Capoeira


Naifa, Nafe, Sardinha, eram alguns dos nomes pelos quais era conhecida a Navalha, uma arma outrora muito utilizada pelos capoeiras. Pelo que se sabe, a navalha é uma herança dos portugueses, que a teriam introduzido entre os capoeiristas no Rio de Janeiro ainda no século XIX.

Os “fadistas” portugueses, sobretudo na cidade de Lisboa, que frequentavam os bairros tradicionais da Alfama, Mouraria e Madragoa, no início do século passado, eram sujeitos sociais muito próximos aos “capoeiras” do Rio de Janeiro, pois além de frequentarem os mesmos ambientes: portos, boemia, prostíbulos, botequins, eram também considerados sujeitos marginais que sofriam a dura perseguição da polícia, assim como os capoeiras por aqui. E nesses conflitos com a polícia, e também nas disputas entre os seus próprios pares, a navalha era uma arma que estava sempre à disposição, e não raro, eram responsáveis por graves ferimentos entre esses sujeitos e até morte em muitos casos.

O próprio “lenço de seda” utilizado no pescoço, parte indispensável da indumentária do capoeira (e também do sambista) clássico de outros tempos - aquele que usava chapéu “de banda”, terno branco, sapato bicolor e uma argola na orelha esquerda - tinha uma função muito específica: proteger o cidadão, do golpe certeiro da navalha. O “esguião”, como também era conhecido o lenço de seda, tinha a propriedade de impedir o corte da navalha por mais afiada que ela fosse, pois a seda do qual era feito, fazia com que a navalha deslizasse sobre sua superfície sem atingir o pescoço da vítima.

Manduca da Praia, Natividade e o legendário Madame Satã no Rio de Janeiro, assim como Caboclinho, Inocêncio Sete Mortes e Noca de Jacó na Bahia, ou como Nascimento Grande em Pernambuco, são nomes de alguns capoeiras que ficaram também conhecidos como exímios manejadores da navalha.

A navalha hoje em dia, já não faz mais parte do universo da capoeiragem, mas é sempre bom ficar de olho aberto, numa roda de capoeira, quando o jogo aperta e algum sujeito coloca as mãos no bolso de trás da calça ….afinal….nunca se sabe !!!

Pedro Abib (Pedrão de João Pequeno) é professor da Universidade Federal da Bahia, músico e capoeirista, formado pelo mestre João Pequeno de Pastinha. Publicou os livros “Capoeira Angola, Cultura Popular e o Jogo dos Saberes na Roda”(2005) e “Mestres e Capoeiras Famosos da Bahia”(2009). Realizou os documentários “O Velho Capoeirista” (1999) e “Memórias do Recôncavo: Besouro e outros Capoeiras” (2008).

Fonte: Portal Capoeira

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

ENCONTRO NACIONAL - Prof. Sorridente - Dez 2009


Click na imagem para ampliar

Acontecerá nos dias 11 a 13 de Dezembro de 2009 mais um Encontro Nacional da Abadá-Capoeira na Luta contra o Crack, contando com a presença do Mestrando Pernilongo e de vários convidados. Com certeze será um evento muito bonito e desde já desejo um bom evento a todos os presentes.

13 de Dezembro de 2009 - 10:00 horas
Batizado e Troca de Cordas
Show de Capoeira - Maculelê - Jongo
Curso com Mestrando Pernilongo

Local: Fundação Pão dos Pobres
Rua da República, 801
Cidade Baixa
Porto Alegre - RS
Supervisão: Mestre Camisa
Organização: Professor Sorridente e Instrutora Coelha

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Dia da Consciência Negra


O Dia da Consciência Negra é celebrado em 20 de Novembro no Brasil e é dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira.
A data foi escolhida por coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. Apesar das várias dúvidas levantadas quanto ao caráter de Zumbi nos últimos anos (comprovou-se, por exemplo, que ele mantinha escravos particulares) o Dia da Consciência Negra procura ser uma data para se lembrar a resistência do negro à escravidão de forma geral, desde o primeiro transporte forçado de africanos para o solo brasileiro em 1594.
Algumas entidades como o Movimento Negro (o maior do gênero no país) organizam palestras e eventos educativos, visando principalmente crianças negras. Procura-se evitar o desenvolvimento do auto-preconceito, ou seja, da inferiorização perante a sociedade.
Outros temas debatidos pela comunidade negra e que ganham evidência neste dia são: inserção do negro no mercado de trabalho, cotas universitárias, se há discriminação por parte da polícia, identificação de etnias, moda e beleza negra, etc.
O dia é celebrado desde a década de 1960, embora só tenha ampliado seus eventos nos últimos anos; até então, o movimento negro precisava se contentar com o dia 13 de Maio, Dia da Abolição da Escravatura – comemoração que tem sido rejeitada por enfatizar muitas vezes a "generosidade" da princesa Isabel, ou seja, ser uma celebração da atitude de uma branca.
A semana dentro da qual está o dia 20 de novembro também recebe o nome de Semana da Consciência Negra. 

História do Dia Nacional da Consciência Negra
Esta data foi estabelecida pelo projeto lei número 10.639, no dia 9 de janeiro de 2003. Foi escolhida a data de 20 de novembro, pois foi neste dia, no ano de 1695, que morreu Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares.
A homenagem a Zumbi foi mais do que justa, pois este personagem histórico representou a luta do negro contra a escravidão, no período do Brasil Colonial. Ele morreu em combate, defendendo seu povo e sua comunidade. Os quilombos representavam uma resistência ao sistema escravista e também um forma coletiva de manutenção da cultura africana aqui no Brasil. Zumbi lutou até a morte por esta cultura e pela liberdade do seu povo. 

Importância da Data
A criação desta data foi importante, pois serve como um momento de conscientização e reflexão sobre a importância da cultura e do povo africano na formação da cultura nacional. Os negros africanos colaboraram muito, durante nossa história, nos aspectos políticos, sociais, gastronômicos e religiosos de nosso país. É um dia que devemos comemorar nas escolas, nos espaços culturais e em outros locais, valorizando a cultura afro-brasileira.
A abolição da escravatura, de forma oficial, só veio em 1888. Porém, os negros sempre resistiram e lutaram contra a opressão e as injustiças advindas da escravidão.
Vale dizer também que sempre ocorreu uma valorização dos personagens históricos de cor branca. Como se a história do Brasil tivesse sido construída somente pelos europeus e seus descendentes. Imperadores, navegadores, bandeirantes, líderes militares entre outros foram sempre considerados hérois nacionais. Agora temos a valorização de um líder negro em nossa história e, esperamos, que em breve outros personagens históricos de origem africana sejam valorizados por nosso povo e por nossa história. Passos importantes estão sendo tomados neste sentido, pois nas escolas brasileiras já é obrigatória a inclusão de disciplinas e conteúdos que visam estudar a história da África e a cultura afro-brasileira.

SOMOS LIVRES!!!

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Festival Infantil - Graduado Perdido


Click na imagem para ampliar
Será realizado no dia 29 de Novembro de 2009 mais um Festival Infantil realizado pela Abadá-Capoeira carregado com muita energia positiva da criançada!
Faço votos para que seja um evento muito bonito e divertido para todos os presentes.

Dia: 29/11/2009
Local: Clube Caixeiros Viajantes
Rua: Dona Laura, 646
Bairro: Rio Branco
Porto Alegre - RS

Organização: Graduado Perdido
Supervisão: Instrutor Canga

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Lançamento do livro Besouro Cordão de Ouro: O Capoeira Justiceiro

FOI LANÇADO O LIVRO:
BESOURO CORDÃO DE OURO: O CAPOEIRA JUSTICEIRO.
de José Gerardo Vasconcelos.
DIA 10 DE NOVEMBRO DE 2009
ÀS 18:00 HORAS
NO AUDITÓRIO DA REITORIA
DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Zumbimba 2009 - Informativo 5


O primeiro Zumbimba de Graduados no novo CEMB foi surpreendente, com o maior número de participantes para uma edição do evento, parabéns a todos os graduados que engrandeceram esta celebração da capoeira!
Importante
Para os próximos três fins de semana, as inscrições começaram as 15:00 horas, não as 12:00 horas como foi informado anteriormente.
Cachoeiras - Rio de Janeiro - Brasil

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Abadá-Capoeira participa da Conferência Municipal de Cultura de Sant'Ana do Livramento-RS


Assim sendo, presto contas da participação da Abadá-Capoeira na Conferência Municipal de Cultura de Sant'Ana do Livramento (07/11) pela manhã. Seguem as propostas incluídas pelo grupo de discussões do qual participaram a analista ambiental Eridiane Lopes da Silva, a Sra. Raiska Pujol e os Srs. Airton Medina (Papagaio Preto) e Cláudio Milan (Presidente do Partido Verde):

1. DESCENTRALIZAÇÃO DA CULTURA NO MUNICÍPIO - o município e as instituições que tem alguma interface com a área cultural devem proporcionar a quebra de barreiras físicas, econômicas, sociais e culturais existentes e que fazem com que expressões culturais fiquem restritas a espaços físicos ou grupos, sendo desconhecidas para o restante do município. Deve ser montado um plano de desenvolvimento cultural que permita uma via de mão dupla entre as atividades culturais promovidas no centro de Livramento e nos bairros e área rural. Deve ser levada em consideração a diversidade existente na "linguagem" de cada região/comunidade, de forma que as ações culturais planejadas considerem estas diferenças de linguagem e de capacidade de compreensão de cada público.

2. MONTAR UMA ESTRATÉGIA MUNICIPAL PARA A DIVULGAÇÃO DOS ARTISTAS LOCAIS - esta estratégia deve promover oportunidade para que todos os santanenses conheçam seus artistas/artesãos, bem como deve promover a divulgação deles fora do município. Devem ser pensadas formas de proporcionar a divulgação dos artistas/artesãos locais no município e fora dele, seja promovendo eventos exclusivamente para este fim, seja promovendo e divulgando o trabalho dos artistas/artesãos locais em eventos regionais, nacionais e internacionais. Deve ser pensada estratégia de melhoria de geração de renda a partir da arte local para que estes artistas e artesãos possam continuar exercendo a arte como sua fonte de renda.

3. INSTITUIR O FUNDO MUNICIPAL DE CULTURA - apesar de existir, o fundo está desativado. Instituí-lo significa: [a] avaliar, do ponto de vista jurídico, se ele atende às necessidades locais, ou se a legislação municipal deve ser modificada para que ele cumpra este fim, [b] capacitar pessoas para operá-lo (captar e gerir recursos), [c] criar mecanismos de captação de recursos para o fundo, e [d] colocá-lo em EFETIVO funcionamento.

4. PROMOVER CAPACITAÇÃO DE PESSOAS PARA A CAPTAÇÃO DE RECURSOS E ELABORAÇÃO DE PROJETOS - se existe o compromisso de trabalhar a cultura como geradora de renda, é necessário passar a enxergar CULTURA como uma CADEIA PRODUTIVA que envolve as seguintes etapas: [a] Produção Cultural, [b] Elaboração do Projeto e Captação de Recursos, [c] Gestão do Recurso e Prestação de Contas. As pessoas e instituições do município são ótimas na primeira etapa da cadeia (produção cultural), porém é urgente melhorarmos nossa capacidade para trabalhar as etapas seguintes. Esta capacitação deve ser direcionada a pessoas que atuam nos órgãos governamentais e nas instituições não governamentais que possuem alguma interação com a área cultural, porém deve ser permitido que outros santanenses também possam participar destas capacitações ainda que não representem formalmente alguma instituição.

5. IDENTIFICAR E CAPACITAR PESSOAS PARA A GESTÃO DOS RECURSOS DOS PROJETOS E PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS - preferencialmente pessoas da área contábil e administrativa que já possuam o perfil para este trabalho mais burocrático. Esta capacitação deve ser direcionada a pessoas que atuam nos órgãos governamentais e nas instituições não governamentais que possuem alguma interação com a área cultural, porém deve ser permitido que outros santanenses também possam participar destas capacitações ainda que não representem formalmente alguma instituição.

6. REALIZAR MAPEAMENTO CULTURAL NO MUNICÍPIO - identificar quem faz o quê, onde, como e quando. Identificar eventos e identificar artistas/artesãos. Este mapeamento é essencial para que os gestores públicos possam ter uma visão estratégica das potencialidades, demandas comuns e deficiências/problemas que devem ser enfrentados, para só então poder traçar as estratégias de planejamento, promoção, divulgação, captação de recursos, interação com outras áreas (como turismo, indústria e comércio, infra-estrutura, por exemplo), capacitações, interação com as esferas estaduais e federais, bem como integrar as expressões culturais nas atividades de promoção internacional (custeados pelo Ministério do Turismo ou pelo Ministério da Cultura, por exemplo), etc.

Entre as discussões com o grande grupo foram ainda levantadas as seguintes propostas:

A. Levar as propostas e discussões apresentadas na Conferência para serem discutidas ao longo de todo o ano dentro do Conselho Municipal de Cultura;

B. As instituições e a comunidade santanense devem cobrar do poder público que torne o Fundo Municipal de Cultura EFETIVO.

Assim que os organizadores disponibilizarem o material que será sistematizado, disponibilizaremos cópia na Seção [Arquivo] deste site.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Besouro - O Filme (em cartaz)


Cartaz do Filme
Estreiou agora no dia 30/10 nos cinemas de todo o Brasil, Besouro - O Filme, convido a todos os capoeiristas e não-capoeiristas para irem ao cinema para prestigiar esse filme em nome da nossa capoeira...
Convidem todos para assistirem nos melhores cinemas do Brasil.
O filme está sendo um sucesso de bilheteria, e é uma vitória tanto para a capoeira como para o cinema nacional.
Não espere um DVD pirata para assistir o filme, pois isso desvaloriza tanto a capoeira como o esforço para a realização dessa obra cinematográfica.
REFLITAM...

Diretor: João Daniel Tikhomiroff

Elenco:

• Besouro (Ailton Carmo)
• Dinorá (Jessica Barbosa)
• Quero-quero (Anderson Santos de Jesus)
• Coronel Venâncio (Flávio Rocha)
• Noca de Antonia (Irandhir Santos)
• Genival (Servílio de Holanda)
• Exu (Sérgio Laurentino)
• Cobra criada (Nilton Júnior)
• Chico Canoa (Leno Sacramento)
• Teresa (Chris Vianna)
• Macalé (Mestre Alípio)
• Oxum (Adriana Alves)
• Zulmira (Geisa Costa)

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Dicas para Iniciantes


Professor Montanha
Você que está iniciando na prática da capoeira saiba que para conviver em grupo, existe uma série de normas de conduta na qual todas as pessoas devem cumprir. Mas como infelizmente é uma minoria que cumpre estas normas, devido a esta sociedade competitiva, vamos fazer nossa parte dentro do nosso grupo, e para que você se torne um cidadão responsável e íntegro, procure levar para  a grande roda da vida sua conduta de capoerista.

1. Seja humilde, todas as pessoas podem lhe ensinar, lembre-se que ninguém e melhor que ninguém, apenas pode estar melhor.
2. Seja modesto, não deixe os elogios subirem à sua cabeça.
3. Lembre-se que a sua liberdade acaba quando começa a do próximo.
4. Trate as pessoas pelo o que elas são, não pelo que elas possuem. A verdadeira amizade não tem interesse.
5. Valorize sua família e seus amigos, pois muitos só dão valor às pessoas mais próximas depois que as perdem.
6. Ajude seus colegas, o crescimento deles lhe fará crescer também.
7. Lembre-se que o poder vem com a responsabilidade.
8. Sempre jogue com o seu colega, nunca contra.
9. Seja crítico, questione o que acontece nas aulas.
10. Domine as técnicas antes de aplicá-las na roda.
11. Respeito é diferente de medo.
12. Lute com todas as suas forças para obter sua vitória, seja ela qual for. Pois o simples fato de você, honradamente, buscar o que almeja, já é uma vitória, sem arrependimento posteriores caso não o consiga.
13. Não se compare com outros capoeiristas, e sim consigo mesmo, pois cada ser humano é diferente, portanto tem que superar os seus próprios limites.

Nunca use os fundamentos da capoeira para oprimir, lembre-se que ela nasceu para libertar.

Professor Montanha

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Batizado, Curso e Festival de Músicas em Caxias do Sul


Professor Bode, Professor Sorridente e Instrutor Boa Voz
O 1º Festival de Músicas em Caxias no feriadão estava muito legal! Sexta, sábado e domingo teve curso com o Instrutor Boa Voz. No sábado, além do curso, teve roda, festival de músicas e batizado!

O evento ainda contou com a ilustre presença do Professor Mobília, do Rio de Janeiro, que contagiou à todos com sua energia!


Instrutor Canga e Graduado Buscapé jogando Angola

 
Graduado Buscapé (Médio) Instruto Canga (Gunga) e Professor Sorridente (Atabaque)
 
O Festival de Cantigas foi muito bom, com boas músicas e um público animado. A música vencedora foi do Instrutor Canga, ficando o aluno Vinícius em segundo e o Graduado Frank em terceiro.

Música vencedora do Festival

Música: Bimba, Bimba
Autor: Instrutor Canga
Ritmo: São Bento Grande

Bimba, Bimba, Bimba, Bimba
Ensina eu a mandingar
Bimba, Bimba, Bimba, Bimba
O criador da Regional

Quem conhece capoeira
Já ouviu falar em Mestre Bimba
Consagrou seu nome, fez história
Velho Mestre respeitado da Bahia

Marceneiro, estivador e carpinteiro
Sabia fazer bom berimbau
Era um grande lutador era um guerreiro
E também criador da Regional

Manoel dos Reis Machado é o seu nome
Também conhecido como Bimba
Jogava angola no fundamento
E bem mais tarde a capoeira Regional

Um brilho de uma estrela lá no céu
Junto de um belo luar
Pode ter certeza é Mestre Bimba
Que lá do céu está a nos observar

Se alguém tiver o áudio da música ou alguma correção pra fazer é só dizer...

Fonte: Abadá-Capoeira Psico

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Zumbimba 2009 - informativo 4


Para todos que vão ao Zumbimba, levem roupa de cama, e quem tiver barraca leve a também, pois a procura esta grande e queremos garantir espaço para todos.
A cada fim de semana, a inscrição terá início as 12 horas da sexta feira, com a Asa Branca, e os treinos começar a partir das 18 horas.
Cachoeiras - Rio de Janeiro - Brasil

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...