sexta-feira, 30 de setembro de 2011

ZUMBIMBA 2011 – Nov 2011


Inscrições aberta! Clique na imagem para maores informações.

*IMPORTANTE*

As inscrições só serão feitas aqui pelo Blog, não serão feitas inscrições no dia no CEMB. Sem reserva não será permitida a participação do evento.

As inscrições da primeira semana (Azul e Azul-Verde) vão até dia 03 de Novembro. 

Cachoeiras de Macacu – Rio de Janeiro – Brasil

Fonte: ABADÁ-Capoeira Blog Oficial

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Livro sobre Exu causa guerra santa em escola municipal

A notícia é antiga, mas a polêmica é sempre a mesma... 

Professora umbandista diz que foi proibida de dar aulas em unidade de Macaé, dirigida por diretora evangélica

Rio - As aulas de Literatura Brasileira sobre o livro ‘Lendas de Exu’, de Adilson Martins, se transformaram em batalha religiosa, travada dentro de uma escola pública. A professora Maria Cristina Marques, 48 anos, conta que foi proibida de dar aulas após usar a obra, recomendada pelo Ministério da Educação (MEC). Ela entrou com notícia-crime no Ministério Público, por se sentir vítima de intolerância religiosa. Maria é umbandista e a diretora da escola, evangélica.

A polêmica arde na Escola Municipal Pedro Adami, em Macaé, a 192 km do Rio, onde Maria Cristina dá aulas de Literatura Brasileira e Redação. A Secretaria de Educação de lá abriu sindicância e, como não houve acordo entre as partes, encaminhou o caso à Procuradoria-Geral de Macaé, que tem até sexta-feira para emitir parecer. Em nota, a secretaria informou que “a professora envolvida está em seu ambiente de trabalho, lecionando junto aos alunos de sua instituição”.

A professora confirmou ontem que voltou a lecionar. “Voltei, mas fui proibida até por mães de alunos, que são evangélicas, de dar aula sobre a África. Algumas disseram que estava usando a religião para fazer magia negra e comercializar os órgãos das crianças. Me acusaram de fazer apologia do diabo!”, contou Maria Cristina.

Sacerdotisa de Umbanda, a professora se disse vítima de perseguição: “Há sete anos trabalho na escola e nunca passei por tanta humilhação. Até um provérbio bíblico foi colocado na sala de professores, me acusando de mentirosa”.

Negro, pós-graduado em ensino da História e Cultura Africana e Afro-Brasileira, o diretor-adjunto Sebastião Carlos Menezes aguardará a conclusão da procuradoria para opinar. “Só posso lhe adiantar que a verdade vai prevalecer”, comentou. Pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil, Sebastião contou que a diretora Mery Lice da Silva Oliveira é evangélica da Igreja Batista.

ATÉ CINCO ANOS DE PRISÃO

“Se houver preconceito de religião, acredito que deva ser aplicado todo o rigor da lei”, afirmou o coordenador de Direitos Humanos do Ministério Público (MP), Marcos Kac. O crime de intolerância religiosa prevê reclusão de até 5 anos. Em caso de injúria, a pena varia de 3 meses a 2 anos de prisão. O MP poderá entrar com ação pública penal se comprovar a intolerância religiosa. “Caso contrário envia à delegacia para inquérito”, explicou Kac.

Alunos do 7º ano leram a obra: referências ao folclore

Em 180 páginas, o livro ‘Lendas de Exu’, da Editora Pallas, traz informações sobre uma das principais divindades da cultura afro-brasileira. O autor da obra, Adilson Martins, remete ao folclórico Saci Pererê para explicar as traquinagens e armações de Exu.

Na introdução, Martins diz que ele é “um herói como tantos outros que você conhece”. Em Macaé, 35 alunos do 7º ano do Ensino Fundamental leram o livro.

Nas religiões afro-brasileiras, Exu é o mensageiro entre o céu e a terra, com liberdade para circular nas duas esferas. Por isso, algumas pessoas acabam o relacionando a Lúcifer.

O presidente da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, Ivanir dos Santos, garantiu que outros autores de livros, como Jorge Amado e Machado de Assis, sofrem discriminação nas escolas: “As ideias neopentecostais vêm crescendo muito, desrespeitando a lei”.

Ivanir explicou que o avanço da discriminação religiosa provocou o agendamento de um encontro, dia 12 de novembro, com a CNBB: “Objetivo é formar uma mesa histórica sobre os cultos afro e estabelecer uma agenda comum”.

VIVA VOZ
Até mães de alunos me proibiram de falar sobre a África

“Acusam-me de dar aula de religião. Não é verdade. No livro ‘Lendas de Exu’, de Adilson Martins, há histórias interessantes, são ótimas para trabalhar com os alunos. Li os contos, como se fosse uma contadora de histórias, dramatizando cada uma delas. Praticamos Gramática, e os alunos ilustraram as histórias de acordo com a imaginação deles. Não dá para entender por que fui tão humilhada. Até mães de alunos, evangélicas, me proibiram de falar sobre a África”.

MARIA CRISTINA MARQUES, professora, 48 anos
Fonte: O Dia

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Jogos Mundiais 2011 – O evento

Tudo sobre o evento, os resultados da competição e a matéria que o programa Sensei do canal SPORTV fez cobrindo o evento.

Clique na imagem


Nosso agradecimento a todos que participaram e ajudaram a fazer essa grande festa.

Equipe ABADÁ – Capoeira


segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Jogos Mundiais 2011 - Agradecimento a Caixa Econômica Federal

Clique na imagem para ampliar
Gostaríamos de deixar publicamente registrado o nosso agradecimento a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL pelo apoio concedido a ABADÁ-CAPOEIRA em Santana do Livramento-RS para que nossos integrantes pudessem participar do VIII Jogos Mundiais da Abadá-Capoeira, que foi realizado nos dias 16 a 21 de Agosto de 2011. Desejamos que está parceria dure por muitos anos e também gostaríamos se sempre podermos contar com o apoio da Caixa Econômica Federal.

Nossos sinceros agradecimentos.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Tutorial - Macaquinho



Para deixar o pessoal informado que o blog Psicocapoeira postou o tutorial do famoso Macaquinho, aquele que aparece em vários filmes e sempre ajuda o "mocinho" trazendo a chave da cela onde ele está trancado... hahahahahahaha

Mas falando sério, passa lá e dá uma olhada na "movimentação" meu guri!

Fonte: Psico Capoeira 



segunda-feira, 12 de setembro de 2011

III Encontro Nacional - ABADÁ-Capoeira


Dia 10 de Setembro de 2011 o Mestrando Montanha realizou o III Encontro Nacional de Capoeira.

Segue uma foto da galera presente no evento!

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

III ENCONTRO NACIONAL ABADÁ - CAPOEIRA


Bom dia a todos,

Segue abaixo a programação do III ENCONTRO NACIONAL ABADÁ-CAPOEIRA.

SEXTA FEIRA 20 h - RODA - Local: Academia do Batman

SÁBADO: 9:00 h

BATIZADO E TROCA DE CORDAS - Local: Colégio Panamerican School. End. João Obino 110 (atrás do grêmio náutico união da nilo peçanha).

ALMOÇO E PAGODE - Local a definir

Presenças confirmadas:

Mestrando Piriquito Verde
Professor Sorridente
Professor Mobília
Professor Coala
Professor Rato
Professor Davisão
Professor Papagaio
Instrutor Brancão
Instrutor Lampanche

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

CLASSIFICAÇÃO: JOGOS MUNDIAIS ABADÁ CAPOEIRA 2011



CATEGORIA A (verde-roxa a marrom-vermelha)

GERAL

1º - Kikiu - Brasil
2º - Éberson - Brasil
3º - Furão - México
4º - Diguinho - Brasil 


FEMININO

1º - Juma - Brasil
2º - Imperatriz - Japão
3º - Trapinha - Brasil


ESTRANGEIRO

1º - Furão - México
2º - Ator - Espanha
3º - Haiti - Haiti

Corda Verde-roxa

1º - Pica-pau - Brasil
2º - Hispano - Espanha
3º -

Corda Roxa

1º - Furão - México
2º - Rato Preto - Brasil
3º - Esquilão - Brasil

Corda Roxa-marrom

1º - Kikiu - Brasil
2º - Ator - Espanha
3º - Jabuti - Brasil

Corda Marrom

1º - Kikiu - Brasil
2º - Ator - Espanha
3º - Jabuti - Brasil

Corda Marrom-vermelha

1º - Eberson - Brasil
2º - Bode - Brasil

Melhor jogo Angola

Kikiu (Brasil) e FUrão (México)

Melhor jogo Benguela

Kikiu (Brasil) e Rato Preto (Brasil)

Melhor jogo São Bento Grande

Kikiu (Brasil) e Diguinho (Brasil)

Melhor jogo Iuna

Ferrugem (Brasil) e Pretão (Brasil)

CATEGORIA B (azul a verde)

GERAL


1º - Besourinho - Brasil
2º - Barbante - Israel
3º - Boneca - Portugal
4º - Calado - Espanha

FEMININO

1º - Boneca - Portugal
2º - Xuxinha - Brasil
3º -

ESTRANGEIRO

1º - Barbante - Israel
2º - Boneca - Portugal
3º - Calado - Espanha

Corda Azul

1º - Boneca - Portugal
2º - Dunga - México
3º - Coral - Colômbia

Corda Azul-verde

1º - ET - Eslováquia
2º - Olho de Águia - Japão
3º - Juá - Brasil

Corda Verde

1º - Besourinho - Brasil
2º - Barbante - Israel
3º - Calado - Espanha

Melhor jogo Benguela

Boneca (Portugal) e Calado (Espanha)

Melhor jogo São Bento Grande

Boneca (Portugal) e Besourinho (Brasil)

Melhor jogo Iúna

Boneca (Portugal) e Barbante (Israel)

CLASSIFICAÇÃO POR PAÍSES

1º - BRASIL
2º - ESPANHA
3º - MÉXICO

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Lançamento da 2ª edição do livro A capoeira da Indústria do Entretenimento - Corpo Acrobacia e Espetáculo para Turista Ver

Na Bahia, a ginga é item de série das pessoas. Ritmado de nascença e calejado pela vida, o baiano carrega em si os atributos para jogar capoeira. Os que se dedicam a esta arte, jogam em todo canto. Joga-se capoeira na praia, em ponto de ônibus, becos escuros, lajes ao sol, praças famosas e, não duvidem, joga-se capoeira em ladeira.

Mas, como tudo que nos cerca, a capoeira não está imune aos processos de transformação da sociedade. Assim, a arte criada pelos escravos, cultivada e difundida na Bahia por mestres como Pastinha, Bimba e seu Valdemar agora se apresenta, muitas vezes, como mero souvenir turístico.

É disso que trata o livro A “Capoeira” da Indústria do Entretenimento – Corpo, acrobacia e espetáculo para turista ver, do educador e pesquisador Acúrsio Esteves, patrocinado na sua 2ª edição pela FAPESB – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia, que terá sua noite de lançamento no dia 15 de setembro no auditório da Faculdade UNIME – Paralela.

Além de contar com o relançamento da obra, o evento será um espaço de discussão sobre alguns aspectos da capoeira e suas possíveis formas de inserção na sociedade, principalmente na aproximação da arte afro-brasileira com a educação.

Leiam o restante na íntegra no link abaixo...

Fonte: Portal Capoeira 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...