sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

II Formação Continuada de Capoeira

Nesta edição, o tema central será a musicalidade na Capoeira: estratégias de ensino, ritualística e construção de instrumentos. Haverá oficinas, atividade com Instituto Tambor e roda de saberes.

II Formação Continuada de Capoeira é um evento de formação, capacitação e atualização. Destina-se a profissionais e praticantes de Capoeira que buscam continuamente melhorar sua prática de ensino para poderem auxiliar na transformação dos praticantes, através do ensino empoderador e atualizado. O tema Musicalidade da Capoeira na Aquisição de Bem-Estar e Qualidade de Vida será abordado por Mestres renomados, aptos para contribuir com a melhora de sua percepção deste artifício tão importante durante a prática da Capoeira.

Programa

Sábado – 11/03/2017


9:00 – 12:00 – Workshop: Professora Ana Paula Guimarães
Técnicas Vocais: Ferramentas para o ensino e melhora da Musicalidade da Capoeira.
(Aquecimento, respiração, ritmo, afinação e possibilidades do canto coral).
12:00 – 13:30 – Almoço – (Haverá almoço no restaurante do CEPEUSP, não incluído no valor da inscrição)
13:30 – 16:00 – Aula: Mestre Piter – Grupo Ninga-SP e participação do Mestre Moraes.
A Orquestra de Berimbaus do Nzinga: Estratégias diferentes de ensino da musicalidade às novas e antigas gerações de alunos.
(Explorando Ritmos e variações).
16:00 – 16:30 – Coffee Break
16:30 – 17:30 – Oficina de Instrumentos: Mestre Artesão Luiz Poeira – Instituto Tambor-SP
O Processo de Construção dos Instrumentos de Capoeira e o Trabalho e Importância do Artesão em nossa Arte.
17:30 – 20:00 – Curso: Mestre Moraes – Grupo de Capoeira Angola Pelourinho-Salvador-BA e participação do Mestre Piter.
Ritualística e Fundamento da Musicalidade na Capoeira Angola.

Domingo – 12/03/2017

8:00 – 13:00 – Oficinas Simultâneas:
Contra Mestre Rafael Dia Lemba – Mbuntu-SP;
Capoeira e Musicalidade: O Antigo através da Visão da Nova Geração.
Professor Caverna – Escola de Capoeira Regional Filhos de Bimba/Fundação Mestre Bimba -SP (Discípulo de Mestre Nenel, Filho do Mestre Bimba);
Ritualística e Fundamento da Musicalidade na Capoeira Regional Tradicional: Ensino da Musicalidade na Regional de Mestre Bimba.
Minhoca – Casa Mestre Ananias
A Musicalidade e Linguagem Antiga e Popular da Capoeira: De Cachoeira-BA à Praça da República-SP – Viva Mestre Ananias!

8:00 – 9:30 – Oficina 1
Turma A – CM Rafael
Turma B – Prof Caverna
Turma C – Minhoca

9:30 – 11:00 – Oficina 2
Turma A – Minhoca
Turma B – CM Rafael
Turma C – Prof Caverna

11:00 – 12:30 – Oficina 3
Turma A – Prof Caverna
Turma B – Minhoca
Turma C – CM Rafael e M Pernalonga

12:30 – 14:00 – Almoço
14:00 – 15:30 – Roda de Saberes: O Canto e a Musicalidade na Visão do Mestre Pernalonga.
15:30 – 17:30 – Roda de Capoeira e Encerramento: Sob Comando do Mestre Pernalonga e dos Convidados.

Obrigatório trazer instrumento de Capoeira para participar dos Cursos. Instrumentos podem ser adquiridos com os artesãos/participantes do Evento (desde que solicitado com antecipação).



Apoio Cultural Instituto Tambor

Taxas


Inscrições:

24/01/2017 a 15/02/2017 16/02/2017 a 25/02/2017 26/02/2017 a 04/03/2017
Geral R$ 84,00 R$ 102,00 R$ 120,00
Comunidade USP R$ 63,00 R$ 76,00 R$ 90,00
Estudantes/ Terceira Idade R$ 42,00 R$ 51,00 R$ 60,00

Currículos dos Palestrantes

Dados do Evento:

Período de Inscrições Comunidade USP:
24/01/2017 a 04/03/2017

Período de Inscrições Comunidade Externa:
24/01/2017 a 04/03/2017

Período do Evento:
11/03/2017 a 12/03/2017

Turmas do Evento:

Horário/Turma 1

Sexo: Masculino e Feminino
Dias da Semana: Sabado / Domingo
Horário: 09:00 às 18:00
Professor(a): Womualy Gonzaga dos Santos
Local: Multifuncional (antigo NURI) Sala 1 - Estádio Sala 2- Estádio Praça Ayrton Senna - Prodhe
Vagas: 100
Idade Mínima: 16

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES E INSCRIÇÃO NO LINK ABAIXO...

Fonte: CEPEUSP

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

As Chamadas ou Passo a Dois

ALGUMAS COISAS NA CAPOEIRA, SÃO VISTAS COMO FUNDAMENTO.

MAIS NA VERDADE SÃO NORMAS OU PROCEDIMENTOS INTERNOS E/OU PESSOAIS, QUE TAMBÉM DEVEM SER RESPEITADOS.

SENÃO VEJAMOS : SEMANA PASSADA FUI QUESTIONADO SOBRE O SEGUINTE.

SE ALGUÉM QUE NÃO É MESTRE, ESTIVER JOGANDO COM UM MESTRE.

DURANTE O JOGO PODE FAZER UMA CHAMADA PARA O MESTRE ?

A CHAMADA OU PASSO A DOIS ESTA INCLUÍDA EM UM JOGO SENDO UMA DAS CARACTERÍSTICA DA CAPOEIRA ANGOLA. PORTANTO SE ALGUÉM ESTA JOGANDO COM UM MESTRE É POR TER CONDIÇÕES DE ALI ESTAR… E SENDO A CHAMADA PARTE DO JOGO, LOGICO QUE PODE CHAMAR O MESTRE SIM.

QUANDO EU AINDA NÃO ERA MESTRE E ALGUM MESTRE ME DAVA A HONRA DE JOGAR COM ELE, ESTE DE UM CERTO MODO, ME INCENTIVAVA A TAMBÉM FAZER A CHAMADA.

POIS SE EU SOMENTE FOSSE CHAMADO NÃO APRENDERIA A MANEIRA CORRETA DE CHAMAR.

POIS O MESTRE ATENDENDO A CHAMADA, ESTARIA TAMBÉM ME ENSINANDO COMO EU ATENDER DE MANEIRA CORRETA E SEGURA..

POREM SE ALGUM MESTRE OU NÚCLEO DE CAPOEIRA DIZ QUE SOMENTE O MESTRE DEVE FAZER A CHAMADA É UM PROCEDIMENTO E NÃO UM FUNDAMENTO.

QUE TAMBÉM DEVE SER RESPEITADO POIS CADA UM MANDA EM SUA CASA, ONDE DITA SUAS NORMAS E PROCEDIMENTOS!

Mestre Geni

Fonte: Portal Capoeira
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...